Dicas para melhorar sua alimentação

Uma alimentação saudável previne deficiências nutricionais e protege contra doenças infecciosas. Uma boa dieta deve ser variada e por isso rica em nutrientes que podem melhorar as defesas do organismo.

Proteínas, fibras e gorduras saturadas são muito importante para todo o corpo e ajuda o mesmo a emagrecer, ganhar massa muscular e evitar uma série de doenças.

Consumir alimentos antioxidantes

Comer alimentos antioxidantes todo dia é uma ótima maneira de melhorar a alimentação. Esses alimentos evitam a formação de radicais livres no organismo que favorecem o envelhecimento celular e o aparecimento de doenças como câncer.

Sendo assim, os alimentos antioxidantes combatem o envelhecimento precoce e ajudam a prevenir doenças como, câncer, Alzheimer, pulmonares, aterosclerose e doenças cardiovasculares.

Alguns exemplos de alimentos antioxidantes são tomate, acerola, laranja, morango, uvas, couve, agrião, brócolis, cenoura, arroz, trigo, grãos integrais como linhaça, chia e sésamo, castanha do Pará e castanha-de-cajú.

Consumir suplementos alimentares

Os suplementos alimentares servem para complementar a alimentação. Ou seja, o principal objetivo do suplemento é evitar ou resolver o problema causado por deficiências nutricionais. Eles também atuam como combustível para atletas que necessitam de um reforço de carboidratos e proteínas para evitar a fadiga muscular e melhorar o desempenho.

Incluir suplementos em sua alimentação é uma das melhores estratégias para melhorar a alimentação.

Existem muitos suplementos no mercado, por isso, saber e entender o que cada um faz é fundamental. Suplementos que ajudam emagrecer como o Detox slim, Green Caps, Coffelen slim são ótimo para todos os objetivos.

O motivo é que todos eles são ricos em fibras e antioxidantes naturais que estimulam o corpo queimar gordura. O Pro Burn x funciona também nesse caso, mas ele também é indicado para quem busca hipertrofia muscular, ou seja, ganhar massa magra.

Veja aqui como tomar suplementos alimentares.

Beber água 30 minutos antes de qualquer refeição

Mais de 60% do nosso corpo é água. Assim, seu consumo é necessário e fundamental para uma vida saudável e longa.

A água também é um dos responsáveis para emagrecer e ganhar massa muscular. Logo, sua importância é ainda maior.

E nada melhor do que aproveitar todos os benefícios dela, consumindo-a 30 minutos antes de qualquer refeição. Isso é, consumir 2 copos de água (400 ml) 30 minutos antes das refeições: café da manhã, almoço e janta.

Um dos motivos é que vários estudos comprovaram que pessoas que adotaram esse hábito antes das três refeições principais do dia perderam em média 4,3 quilos em 12 semanas.

Tomar 1 copo de água de coco por dia

A água de coco traz muitos benefícios para saúde. Além de ter poucas calorias, a água de coco tem baixo teor de sódio, é rico em potássio e contém carboidratos fáceis de ser digeridos em forma de açúcar e eletrólitos. Além disso, ela é perfeita para atletas, pois é altamente hidratante.

E beber 1 copo (200 ml) de água de coco por dia traz muitos beneficios para sua saúde, além de, melhorar sua alimentação diária.

Além disso, a água de coco é rica em antioxidantes em geral, que evitam os malefícios dos radicais livres e evita o envelhecimento precoce da pele e a criação de células cancerígenas. Além das propriedades dessas substâncias, a água de coco mantém a pele hidratada e limpa, pois ela ajuda a eliminar a oleosidade excessiva do corpo.

Dicas para tomar suplementos alimentares

Com diversos suplementos e marcas diferentes é difícil saber o que é bom, e o que é ruim e para que serve cada coisa, especialmente quando você deseja melhorar sua alimentação e está começando a praticar alguma atividade física.

Dicas para tomar suplementos

Antes de mais nada é bom colocar em mente que os suplementos alimentares devem ser considerados como um complemento alimentar, ou seja, complemento a sua alimentação/refeição. E por esse motivo que não é indicado trocar qualquer refeição pelo suplemento em si.

Suplementos alimentaresO suplemento é um complemento que serve para suprir alguma necessidade na dieta, seja ela energética, proteica ou que for.

Um outro erro muito comum entre as pessoas é comprar suplementos desnecessários.

Exatamente por isso que antes que você pense em comprar algum suplemento alimentar é importante antes, definir qual o seu objetivo, seja ele ganhar massa muscular, emagrecer, definir o abdômen e definir qual estratégia alimentar você vai fazer para chegar nesse objetivo.

Só depois disso que é aconselhável comprar os suplementos, isso porquê você saberá qual tipo de nutriente seu corpo necessita mais.

Existem muitos suplementos para quem deseja melhorar sua performance na cama por exemplo, que é o cado do XtraMaster. Esse suplemento em especifico ajuda no controle das suas ereções, fazendo elas serem muito mais potentes e prazerosas. Esse suplemento é para uso masculino.

Um outro suplemento que serve para ambos os sexos é o Tesão de Vaca. O Tesão de Vaca funciona também pelos mesmos motivos do XtraMaster, só que nesse pode-se usar tanto Homens, tanto Mulheres.

Se sua alimentação é pobre em proteínas, uma dica legal é consumir o Whey Protein que é a proteína do soro do leite. Ele é indicado para evitar perda muscular e construir músculo, independentemente da modalidade do treino.

Já a Creatina é indicado para ganhar força e energia em modalidades que exigem explosão, como esportes de quadra e musculação. A energia dos músculos vem de uma molécula chamada ATP, que age por um intervalo curto. Ao ser metabolizada, a creatina ajuda a reconstruir a ATP.

Para os que buscam ganhar mais peso de maneira saudável os hipercalóricos podem ser uma ótima opção.

Ele aumenta o ganho de massa muscular e prevenir a perde de massa magra, além de aumentar a energia durante o dia, pois mantém o corpo abastecido por uma grande quantidade de carboidratos.

Mais tome cuidado, pois o Hipercalórico é indicado para pessoas que tem dificuldade em ganhar peso, ou tem um gasto calórico muito alto durante o dia.

Suplemento como ômega 3 também é muito importante para qualquer tipo de alimentação.

Porque nossa alimentação tem que ser rica em ferro?

alimentos ricos em ferroO nosso organismo, depende de diversos nutrientes que ingerimos. Dentre estes nutrientes, podemos observar que o ferro é de extrema importância para a nossa saúde. Isso porquê a anemia ferropriva, por falta de ferro, é um dos distúrbios nutricionais que mais têm aumentado no mundo, um dos motivos para isso é o alto consumo de produtos industrializados, pobres em nutrientes.

A anemia ferropriva está associada a maior mortalidade entre mulheres parturientes e ao aumento do risco de nascimento de crianças prematuras e de crianças de baixo peso ao nascer. Alguns estudos relatam a queda de produtividade dos trabalhadores como estando associada este tipo de anemia.

Além disso, a carência de ferro relaciona-se com problemas imunológicos, de produtividade e de desempenho mental. O ferro, elemento considerado essencial para a nossa sobrevivência desde 1860, é um metal de transição, apresenta número atômico 26 e é o quarto elemento mais abundante no planeta, perdendo apenas para o oxigênio, silício e alumínio.

O ferro apresenta variadas funções no organismo, destacando-se a sua participação na composição da hemoglobina, um pigmento encontrado nas hemácias e responsável pelo transporte de oxigênio.

O ferro é muito importante para a saúde do cabelo, isso deve pelo fato que o ferro desempenha papel essencial na nutrição e oxigenação das raízes do cabelo. A falta de ferro pode causar o cabelo para se tornar maçante, fina, seca e queda de cabelo.

O Programa de Reconstrução Capilar funciona especialmente por causa disso, porquê nele é mostrado como reverter a calvície através da alimentação, principalmente uma alimentação rica em ferro onde o mesmo é importantíssimo para a saúde do couro cabeludo e dos fios de cabelo.

Alimentos ricos em ferro

Como é encontrado em todas as células, o ferro está presente em todos os tipos de alimento, mas as principais fontes são as carnes e vísceras, leguminosas, grãos, cereais e folhas.

As melhores fontes de ferro vem das carnes vermelhas, principalmente o fígado de qualquer animal e outras vísceras (miúdos), como rim e coração; carnes de aves e de peixes, mariscos crus. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o leite e o ovo não são fontes importantes de ferro. Entretanto, no mercado já existem os leites enriquecidos com ferro.

Não há duvida que o ferro é muito importante para qualquer pessoa, mais a ingestão excessiva de Ferro, pode ser tóxica sobretudo quando há um uso exagerado na sua forma medicamentosa. A ingestão excessiva de Ferro dos alimentos raramente chega à toxicidade.

Veja uma lista com alimentos ricos em ferro:

Fonte: http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2013/10/entenda-importancia-do-ferro-para-saude-e-como-o-organismo-o-absorve.html

Porque preciso de carboidratos na alimentação?

CarboidratosMuitos nutricionistas e médicos não gostam de carboidratos, não é atoa que boa parte das dietas o consumo desse nutriente não é permitido ou tem restrição.

Mais uma coisa é certa: nosso corpo precisa de carboidratos!

Mais tenho que admitir, tem muitos alimentos ricos em carboidratos que não fazem bem a saúde, isso quando se consumido com frequência.

Os carboidratos são a principal fonte de energia para o nosso corpo, eles são a energia que será usada pela primeira vez (antes de proteína, gordura e álcool). E o carboidrato têm um papel importante em nosso corpo, entre eles:

  • Uma fonte de energia que mais nos dá a energia que nosso corpo necessita;
  • Fornecendo nutrientes para as bactérias boas em nossos intestinos que nos ajuda a digerir os alimentos;
  • Protegendo nossos músculos porque os carboidratos são a primeira fonte de energia para o nosso corpo, sem ele, a proteína de nossos músculos serão utilizados o que significa que o nosso corpo vai efetivamente comer seus próprios músculos.

Mais se você deseja ficar em paz com a balança, você precisa saber qual carboidrato consumir.

Carboidrato simples

Os carboidratos simples são fontes de energia imediata. Eles são digeridos e absorvidos rapidamente fazendo com que se sinta fome logo após a refeição, e produzem um aumento da taxa de glicose no sangue.

Carboidratos complexosJá foi comprovado que uma pessoa que tem uma alimentação rica em carboidratos simples têm mais chances de desenvolver diabetes tipo 2. Portanto, seu consumo deverá ser moderado.

Os alimentos ricos em carboidratos simples são alimentos bem doces. Chamados assim de alto ou moderado índice glicêmico, o açúcar deles segue rapidamente para o sangue.

Fontes ricas em carboidratos simples:

  • Açúcar refinado;
  • Pão francês;
  • Xarope de milho;
  • Suco de frutas;
  • Refrigerantes;
  • Mel;
  • Pipoca;
  • Massas não integrais;
  • Produtos industrializados.

Carboidratos complexos

Os carboidratos complexos são digeridos lentamente pelo organismo, ocasionando aumento pequeno e gradual da glicemia. Isso deve pelo tamanho de sua molécula.

O resultado é o fornecimento constante e estável de energia que limita a quantidade de açúcar convertida em gorduras, sendo assim conhecidos por polissacarídeos. São alimentos ideais para os diabéticos. Eles são, em geral, mais ricos em vitaminas do complexo B, ferro, fibras e minerais.

Carboidratos complexos são ideais para quem deseja emagrecer, pois por ser digerido lentamente, você sentirá menos fome ao dia.

No vídeo abaixo é mostrado pela Giovana Guido como ela faz uma dieta baixa em carboidrato e alta em gordura:

A importância da alimentação no ganho de massa muscular

Um erro muito comum para quem deseja ganhar massa muscular é focar apenas nos exercícios físicos, como a musculação e deixar de lado a alimentação que de fato é a parte mais importante.

A verdade é que a alimentação que vai fazer você ganhar massa muscular, se sua alimentação for pobre em nutrientes suas chances de ganhar massa magra serão poucas.

Se por exemplo, seu objetivo é emagrecer a alimentação é fundamental também, assim, a alimentação é fundamental em qualquer objetivo que seja.

O Código Emagrecer de Vez funciona de verdade por causa disso, por focar inteiramente na alimentação, afinal, ela é a parte mais importante da vida.

Suplementação

A suplementação é muito importante quando temos uma alimentação pobre em algum nutriente, porém não é só ela que fará com que você ganhe massa magra. A suplementação depende muito da alimentação.

Se sua alimentação é pobre em proteínas você deve complementar ela com uma suplementação proteica e assim por diante.

Existem inúmeros suplementos no mercado que a maioria das pessoas não precisam. A dica aqui é gastar dinheiro com que realmente vai te fazer ganhar massa muscular.

Somatodrol funciona mesmo por exemplo, por ajudar seu corpo a produzir mais testosterona e o hormônio HGH que é o hormônio do crescimento. Além disso, esse suplemento é muito bom por aumentar a força e velocidade de contração muscular.

Os suplementos alimentares mais usados e mais conhecidos do mercado são:

  • Creatina;

  • Whey Protein;

  • Albumina;

  • Ômega 3;

  • Caseína

Atenção:
Antes de tomar qualquer suplemento é muito importante consultar com seu médico ou nutricionista. Isso porque usar sem uma consulta a um especialista na área, será colocar a sua vida em risco.

Proteínas

A proteína é importante para qualquer tipo de alimentação, porém para ganhar massa muscular o consumo de proteínas é fundamental.

Proteínas na alimentaçãoDia após dia o organismo utiliza gorduras, carboidratos e proteínas para produzir a energia necessária para aguentar o seu dia de trabalho, contudo quando está a estimular o crescimento dos músculos (na musculação) parte dessa proteína será canalizada para reparar os músculos e os tecidos danificados.

A proteína fará com que o seu corpo regenere mais rapidamente, pois durante os seus treinos ocorrerão microrroturas que precisam de ser reparadas e esse será um dos papéis da proteína, assim como a construção de novo tecido muscular, chegando assim à sua meta, o aumento de músculo.

Especialistas apontam que o ideal é comer de 1,6 a 2 gramas de proteína por quilo, isso quer dizer que, se você tem 70 quilos por exemplo, seu consumo de proteínas deverá ser de 112 a 140 gramas de proteínas por dia.

Veja abaixo uma lista com alimentos ricos em proteínas:

  • Salmão;

  • Tilápia;

  • Atum;

  • Sardinha;

  • Peixes no geral;

  • Ovo;

  • Filé de frango;

  • Carne vermelha magra;

  • Peito de peru;

  • Camarão;

  • Quinoa;

  • Aveia;

  • Brócolis;

  • Leite;

  • Queijo Cottage;

  • Lentilha;

  • Pasta de amendoim.

Todos os alimentos acima devem estar em sua alimentação para ganho de massa muscular. Ambos são muito importante para a construção de músculos.

Veja abaixo como fazer um omelete proteico:

Como a alimentação pode diminuir a calvície

CalvicieEstima-se que 42 milhões de brasileiros sofrem com a calvície. Boa parte dos afetados são homens.

Antigamente muito se falavam que era a genética que tinha grande influência na calvície, mais nos últimos anos vários estudos apontam que a má alimentação é a grande causa da calvície.

Alopecia androgenética como também é chamado é a perda de cabelo do couro cabeludo ou de outro lugar, que pode ocorrer em homens e crianças meninos.

Mude sua alimentação

É fato que hoje em dia muitas pessoas estão vencendo a calvície através da alimentação. A alimentação equilibrada também é determinante para a obtenção e manutenção de fios cheios de vida.

A alimentação exerce uma influência muito grande sobre todo o nosso organismo, de maneira que, ao consumirmos com maior frequência aqueles alimentos considerados pouco nutritivos, a ausência desses nutrientes repercute de modo negativo no nosso corpo, podendo ate mesmo provocar algum tipo de deficiência grave.

Existem muitos alimentos que podem afetar negativamente seus fios de cabelo como bebidas alcoólicas e os alimentos industrializados porquê ambos favorecem a produção de radicais livres no organismo, esses radicais livres favorecem a inflamação no coro cabeludo, o que contribui para a queda de cabelo.

Quais tipos de alimentos consumir?

No geral, o cabelo é formado por 80% de proteína, assim, uma boa ingestão de proteína é fundamental para a boa saúde capilar.

E como eu falei no artigo passado, consumir proteínas deve fazer parte de qualquer alimentação e para evitar ou controlar a calvície não é diferente.

As principais fontes de proteínas são de origem animal como a carne vermelha, aves, peixes, ovos e alguns alimentos derivados do leite como o iogurte e queijo.

Se sua alimentação é pobre em proteínas, você deve mudar ela o quanto antes e uma boa dica é começar a investir na suplementação. O Whey protein pode te ajudar nisso.

Não sabe tomá-lo? Não tem problema, veja a seguir como tomar esse suplemento:

Um outro nutriente muito importante para o cabelo é o ferro e zinco, ambos devem ter em sua alimentação. O ferro por exemplo, ajuda na manutenção dos cabelos os deixando mais bonitos e saudáveis. Uma alimentação pobre em ferro ficam mais suscetíveis à queda dos fios de cabelo.

Já o zinco desempenham diversas funções metabólicas, sobretudo na formação de enzimas vitais aos mais diversos processos bioquímicos realizados pelas células. O zinco pode ser encontrado em vegetais, carnes, pescados, fígado, ostras e cereais integrais; o selênio, em germe de trigo, alho, cebola, vísceras de boi e de porco, etc.; e, o cobre, em fígado, moluscos, crustáceos, nozes, frutas e legumes.

As vitaminas do complexo B são fundamentais também em qualquer alimentação. No vídeo abaixo o Dr. Lair Ribeiro explica o porquê: